Sete dicas para entrar em 2018 com o pé direito | Réveillon Salvador 2017

Notícias

Fique por dentro de tudo que vai acontecer na maior festa de fim de ano do Brasil.

31 de dezembro, 2017

Sete dicas para entrar em 2018 com o pé direito

Na terra do sincretismo religioso, onde a crença se manifesta de diferentes maneiras, vale tudo para atrair um bom 2018, desde a simples aposta no branco até um bom banho de pipoca. Para dar um empurrãozinho nas simpatias, o Coreto Hype da Arena Daniela Mercury conta com uma barraca especializada, a Axé para Todos, que tem mercadorias diversas a preços populares e extraídas da Feira de São Joaquim.
É possível comprar produtos como pó de pemba, rosas, figas, fitinhas do Senhor do Bonfim e arruda. E para quem não conhece uma boa simpatia para entrar o ano com o pé direito, o público do festival tem, na ponta da língua, dicas infalíveis para trazer paz, tranquilidade, dinheiro e muito romance. Veja algumas delas:
Pó de pemba – Para afastar o mau-olhado, a inveja e as energias negativas, a psicóloga Elen Santoto comprou um bom pó de pemba na barraca Axé para Todos. Ela costuma usar o de tonalidade preta dentro de um vidro nos ambientes onde frequenta e nos objetos mais próximos. “Eu sou paulista e lá o clima é pesado, então a gente precisa fazer essas limpezas espirituais para quebrar as energias ruins”, conta. Para reforçar ainda mais a positividade, ela também foi à Igreja do Senhor do Bonfim na última sexta-feira do ano, comprou uma fitinha do santo no festival e fez três pedidos.
Flores e rezas – A produtora Patrícia Vasconcelos, 33, costuma colocar flores no mar em saudação à Yemanjá e rezar. “Eu peço que as correntezas levem tudo que for negativo e traga apenas coisas boas. Me sinto bem mais leve e melhor depois que faço esses pedidos, me traz uma paz espiritual inexplicável, por isso, faço todos os anos”, conta.
Beijo na boca – Nem positividade, nem paz, o que Daniel Santana, 25, quer mesmo na virada é muito beijo na boca. “Se eu não beijar no dia 31, meu bem, passo o ano todo na seca. Mas se eu beijar, é sinal que o ano vai ser muito próspero”, revela. Ele diz que em 2016 não conseguiu seguir a regra e teve um ano xoxo, de poucos amores. “Beijar no dia 31 liberta o amor que está dentro da gente. Por isso mesmo estou treinando a boca, porque essa noite promete”.
Branco – Desde criança, o casal de enfermeiros Marcela Dias, 36, e Washington Dias, 36, vestem pelo menos uma peça branca no dia 31 para atrair paz e renovação. “Branco é a base de tudo, tudo prolifera, não só a paz, como as outras necessidades da vida”, diz. O maridão completa: “Nesse mundo tão conflituoso, precisamos muito de paz e renovação”.
Banho – Para também entrar o ano renovada, a enfermeira Rosiene Soares, 31, toma um bom banho de folhas. “Em casa mesmo preparo meu banho com arruda, alecrim e sal grosso. Sinto que as coisas prosperam muito com isso. A fé move montanhas”, afirma.
Folha de Louro – Como nem só de paz e amor vive o homem, Alessandra Santana, 25, apostou esse ano em um segredinho, passado por uma amiga para atrair dinheiro. Vai colocar uma folha de louro na carteira, no primeiro dia de 2018, e só vai poder retirar na virada do próximo ano, quando terá que depositar no mar. “Dinheiro não é tudo, mas é importante”, ressalta.
Sete ondinhas – Melhor não brincar com a fé, pois ela não costuma “faiá”. Por isso, o farmacêutico Jean Aben-Athar, 25, segue a tradição que adotou há anos e pula sete ondinhas do mar e toma um banho de pipoca para entrar o ano bem, com energias boas. “Esse ano eu estarei de plantão, mas darei um jeito de pular as ondas assim que possível. Pode seguir a dica, é infalível”, sugere.